Preencha os campos abaixo e nossos corretores entrarão em contato com você!

Enviado com sucesso!

Verifique os campos marcados e tente novamente.

Ocorreu um erro!

Fale com nossa equipe de vendas!

Verifique os campos marcados e tente novamente.

Ocorreu um erro!

Menu
03/09/2014

O couro se sofisticou

Naturalmente usado em produtos vendidos em feiras hippies e de artesanato, o couro soleta vem aparecendo com uma frequência cada vez maior em móveis e objetos de decoração com ares mais sofisticados.

A “redescoberta” do couro soleta, que foi bastante usado nos anos 1960 e acabou associado ao artesanato, não aconteceu à toa. Durante muito tempo, a indústria de móveis evitou seu uso por ser muito suscetível a desgastes e manchas e ficar, rapidamente, com um aspecto feio, um tanto acabado.

dia-03-09---imagem-1

O empresário João Caetano, em entrevista ao jornal O Globo, afirmou que: “a tecnologia permite um corte perfeito, que preserva a espessura do couro, e um tratamento que garante a manutenção de suas características e, consequentemente, sua aparência a médio e longo prazo.”, afirma.

Em sua última coleção de móveis, Pedro Useche, designer venezuelano radicado no Brasil, usou o material em peças diversas, como bancos, cadeiras, poltronas, espreguiçadeiras. Na chaise “Mesedora”, por exemplo, ele fez uma mistura bastante interessante: madeira cinamomo em tom envelhecido nos pés, aço inox na estrutura e o couro soleta no assento, num tom caramelo, que dá à peça uma leveza dificilmente encontrada nos produtos em que o material recebe tratamentos para ficar mais escuro e com aspecto rústico.