Preencha os campos abaixo e nossos corretores entrarão em contato com você!

Enviado com sucesso!

Verifique os campos marcados e tente novamente.

Ocorreu um erro!

Fale com nossa equipe de vendas!

Verifique os campos marcados e tente novamente.

Ocorreu um erro!

Menu
22/01/2014

Crédito salta 46% e 10,4 mil imóveis são vendidos

Os empréstimos para a compra e construção de imóveis cresceram cerca de 46% no Ceará, em 2013, na comparação com o ano anterior, segundo balanço divulgado pela Associação Brasileira das Empresas de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), na última terça-feira (21).

No ano passado foram financiados aproximadamente R$ 2,16 bilhões para o setor noEstado, ante R$ 1,48 bilhão em 2012. Já o número de imóveis financiados aumentou 19,4%, saindo de 8.761 para 10.458 unidades em igual período.

Em ambos os indicadores, os resultados contabilizados no Ceará superaram as médias nacionais e mostraram a aceleração da atividade imobiliária local. “Em 2012, as construtoras se prepararam, readequaram a sua capacidade de produção e concluíram o que estava em andamento. Tanto que 2013 foi um ano de muitos lançamentos. Feito que deve se repetir também em 2014”, explica André Montenegro, presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado (Sinduscon-CE).

Confiança

Além disso, Montenegro avalia que o consumidor cearense está mais confiante, aproveitando o momento. “Existe uma demanda reprimida muito grande que combinada com a maior oferta de crédito, com prestações que cabem no bolso, fez com que mais pessoas comprassem imóveis no ano passado”, emenda Montenegro.

Segundo a Abecip, os dados consideram apenas os financiamentos bancários com recursos provenientes das cadernetas de poupança. Pelas regras do Banco Central, 65% do saldo do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) deve ser direcionado pelos bancos para o crédito imobiliário.

Fonte: Diário do Nordeste