Preencha os campos abaixo e nossos corretores entrarão em contato com você!

Enviado com sucesso!

Verifique os campos marcados e tente novamente.

Ocorreu um erro!

Fale com nossa equipe de vendas!

Verifique os campos marcados e tente novamente.

Ocorreu um erro!

Menu
19/06/2013

Antes de pintar, conheça as influências de cada cor

Está dúvida na cor que vai pintar a sua parede? Esse é um dos passos mais importantes da decoração, afinal, a cor das paredes pode fazer com que um cômodo pareça mais amplo, alegre, luminoso ou quente, por exemplo. Conhecer a influência de cada tonalidade e quais as cores combinam com a sua personalidade, pode te ajudar muito nessa escolha.

Além disso, fique atento: escolha um tom mais claro do que você gosta, pois a tinta tende a escurecer uma vez aplicada na parede. Peça ao pintor que realize várias amostras de 1m² sobre várias paredes. Deixe-as secar e as observe em diferentes horas do dia. O efeito ótico varia segundo a quantidade de luz e sua intensidade.

O que transmitem as cores

Amarelo, alegre e vital: inunda sua casa de luz, desperta o intelecto e estimula a criatividade. Fica perfeito em espaços escuros, pois potencializa a luz natural e também em quartos infantis, cozinhas e banheiros, já que é capaz de criar ambientes com energia.

Laranja, fonte de energia: personaliza cada canto. Com a luminosidade do amarelo e a impulsividade do vermelho, a cor laranja ajuda a se relacionar, desperta o apetite e diminui a fatiga. Os tons mais “escuros” contagiam um cômodo com seu calor. Seus tons mais suaves potencializam a luz e são ideais em ambientes rústicos.

Vermelho, vital e envolvente: mostra personalidade. A cor do fogo aplicada nas paredes transmite vitalidade e desejo de ação.Os tons mais intensos, como o vermelho inglês e o cereja, precisam de cozinhas, salões ou banheiros amplos e luminosos, para poder criar ambientes íntimos e envolventes.

Verde, luminoso e fresco: produz um efeito sedante. A cor da esperança e da segurança, associada à natureza, é adequada para pintar qualquer ambiente, sobretudo salas e zonas de trabalho e estudo. Calmante e luminoso, é capaz de criar ambientes acolhedores em sua tonalidade escura; alegrar espaços pequenos se escolhido um verde água ou maçã; encher de personalidade uma parede pintada em pistache.

Azul, relaxante e tranqüilo: ajuda a conciliar o sono e evoca o céu e o mar. Por seu efeito relaxante e tranquilizador, é perfeito para pintar as paredes de dormitórios, escritórios e as salas de refeições diárias.

Lilás e rosa, toque ingênuo: casam muito bem com o branco. O rosa representa a beleza e a ingenuidade, ainda que em suas tonalidades escuras se torna mais sofisticado. Os tons violetas estão ligados à intuição e a espiritualidade, por isso são indicados para locais de meditação. Os seus tons claros acalmam e aconchegam, contudo em tons fortes, podem agravar o estado depressivo.

Branco, paz: multiplica a luz e o espaço. Passa o sentimento de infinito e estimula a imaginação criativa. A cor “osso” é recomendada para salões luminosos, já que valoriza a entrada de luz e combina com qualquer madeira. Além de tudo, os móveis e os complementos escuros se destacam mais sobre um fundo branco. É perfeito para disfarçar um pilar. Para que o resultado não seja muito frio, convém incorporar telas e detalhes em cores quentes.

Tons terra, muito quentes: ambiente natural e sóbrio. Se associam a pessoas realistas, muito seguras de si mesmas e simbolizam a conexão com a natureza. Em todas suas variedades – areia, argila, terra, terracota, entre outras – estas cores quentes recriam salas e dormitórios naturais e frescos, ou cozinhas e banheiros sóbrios e originais.

Preto, ausência de cor: é a cor que menos reflete luz. O ideal é que ele seja utilizado moderadamente como recurso para realçar outras cores, em detalhes, do que em grandes áreas. Pode expressar agressividade.

Fonte: Arte Plural